Daniel Radcliffe escreve homenagem para Alan Rickman, um ator "extremamente gentil, generoso, modesto e engraçado"

0
487

Daniel Radcliffe escreve homenagem para Alan Rickman, um ator "extremamente gentil, generoso, modesto e engraçado"
Emma Watson, companheira de elenco de Alan Rickman na saga Harry Potter, publicou nesta quinta, 14, uma nota de pesar sobre a morte do ator: “Me sinto sortuda por ter trabalhado e passado um tempo com um homem e ator tão especial. Sentirei muito a falta das nossas conversas. Descanse em paz, Alan. Nós amamos você.”

Daniel Radcliffe também deixou sua homenagem a Rickman no Google+, dizendo que ele foi um dos primeiros a tratá-lo como adulto. “É sem dúvida um dos grandes atores com quem terei trabalhado. É também uma das pessoas mais leais e solidárias que conheci na indústria do cinema. Ele sempre me encorajou muito, seja no set, seja nos meus anos pós-Potter. Tenho quase certeza de que ele foi ver tudo o que fiz nos palcos de Londres e Nova York”, escreveu. “Conheço outras pessoas que foram amigas dele por mais tempo e todas dizem: ‘se você ligar para o Alan, não importa onde ele está ou o quão ocupado está, ele irá ligar de volta em um dia’.”

Dez objetos mágicos que fãs de Harry Potter adorariam que fossem reais.

O ator ainda diz que por trás do vilão Severo Snape existia um ser humano gentil. “As pessoas criam percepções sobre os atores baseadas nos papéis que interpretam. Então há quem se surpreenda com a descoberta de que ao contrário de alguns se seus personagens sérios (ou assustadores), Alan era extremamente gentil, generoso, modesto e engraçado. E algumas coisas, obviamente, ficavam muito engraçadas quando ditas em seu tom de voz característico.”

“Estou devastado ao ouvir sobre a morte de Alan”, disse Rupert Grint, que interpretava Rony Weasley. Me sinto privilegiado por ter tido a oportunidade de trabalhar com ele em inúmeras ocasiões. Meus pensamentos estão com a sua família e amigos nesse momento”, completou.

Autora da saga do jovem feiticeiro, J.K. Rowling também se manifestou. “Não tenho palavras para expressar o quanto estou chocada e devastada com a notícia da morte de Alan Rickman. Ele era um ator magnífico e um homem maravilhoso”, disse a autora dos livros que deram origem aos oito filmes. “Meus pensamentos estão com Rima e o resto da família de Alan. Perdemos um grande talento. Eles perderam uma parte do coração.”

Segundo o jornal britânico The Guardian, a morte de Alan foi confirmada pela família do ator nesta quinta-feira, 14. Rickman enfrentava um câncer e morreu em Londres, na Inglaterra. “O ator e diretor Alan Rickman morreu de câncer aos 69 anos de idade”, afirma a família dele comunicado. “Ele estava cercado pela família e amigos.”

Com uma carreira que se estendeu por mais de três décadas, Rickman teve sucesso no teatro, no cinema e na televisão, tendo ganhado prêmios no Globo de Ouro, Emmy e BAFTA, entre outros. Além do icônico papel como Severo Snape em todos os longas da saga Harry Potter, ele ganhou fama ao interpretar o vilão Hans Gruber em Duro de Matar (1988), sendo este o primeiro trabalho dele no cinema.

Livros banidos e censurados: Harry Potter.

Rickman ainda chegou a dirigir dois filmes, Momento de Afeto (1997) e Um Pouco de Caos (2014), foi premiado pela atuação na minissérie Rasputin, de 1997. O currículo dele também inclui Robin Hood: O Príncipe dos Ladrões (1991) e Sweeney Todd: O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet (2007, protagonizado por Johnny Depp). Rickman deu vida a Hilly Kristal, criador e proprietário da lendária casa de shows CBGB, protagonista de CBGB: O Berço do Punk Rock (2013, foto abaixo).

Alan Rickman deixou um trabalho inédito: ele deu voz à Lagarta Azul em Alice Através do Espelho, sequência de Alice no País das Maravilhas (2010), que chega aos cinemas brasileiros no próximo dia 26 de maio.

Daniel Radcliffe escreve homenagem para Alan Rickman, um ator "extremamente gentil, generoso, modesto e engraçado"
Source: ROLLINGS STONE